A avenTOURas tem um novo site.
Visite-nos em http://aventouras.pt.
avenTOURas

As outras CARAÍBAS

Caraibas Geral

 

 

    

São pérolas acariciadas pelo oceano, obras-primas da Natureza. Moldadas por séculos de história e influências policromáticas, cada ilha oferece uma experiência única, na sua diversidade ecológica, cultural e humana. Montanhas verdejantes, espectaculares quedas de água, mares turquesa, praias fabulosas, conservados recifes de coral com peixes de todas as cores. Também, uma riquíssima História expressa na rica arquitectura colonial, com múltiplas influências ao longo dos séculos - sabia que os Portugueses foram os 1ºs Europeus a desembarcar em Barbados ??

Antigos refúgios de piratas, agora paraísos dos amantes do sol e do mergulho, mesclado com a alegria e informalidade que só os Caribenhos possuem na sua arte de saber viver, marcada ao ritmo da salsa, do calypso, do soca. Inacreditavelmente belas, uma mistura perfeita de terra e mar. Fora dos circuitos turísticos normativos para os Portugueses - a probabilidade de encontrar compatriotas é ínfima, ao contrário das Caraíbas "habituais", que nalguns lugares mais parecem o "nosso" Algarve quando estendemos a toalha na praia...

      

      

São as "outras" Caraíbas. Chamámos-lhes assim, porque há muito mais a descobrir além dos destinos para onde já foi ou conhece sempre alguém que foi. E, finalmente, a preços irrecusáveis, que pode ver neste site, em PROMOÇÕES.

 

BARBADOS

Cristóvão Colombo avistou-a em 1498, mas foram os Portugueses os primeiros a desembarcar, em 1537, baptizando-a de Barbados devido às longas raízes exteriores das abundantes figueiras da ilha. Posteriormente, após o abandono da ilha pelos Portugueses (em 1625), foi colonizada pelos Ingleses, sendo independente desde 1966, membro da Comunidade Britânica. A presença de escravos africanos trazidos pelos Ingleses para o trabalho nas plantações de cana-do-açúcar marcou decisivamente o "caldeirão" cultural de Barbados, com influências europeias, nativas e africanas numa autenticidade rara expressa na gastronomia, arquitectura, música, danças e, em especial, no estilo de vida.

Barbados é um fascínio : pequena e fácil de percorrer, tem belíssimas praias de areia branca com um mar verde-esmeralda. Descubra-a utilizando transportes públicos - são eficazes e baratos, e assim interagirá com as pessoas locais (para uma completa e cénica volta à ilha, aproveite o Sunday Scenic Ride). Para além da praia e das actividades ligadas à espectacular vida marinha (incluindo a possibilidade de nadar com tartarugas em Turtle Bay) , há muito para fazer e visitar em Barbados. Visitar a capital, Bridgetown, é imperdível : erigida numa belíssima baía (em 1630), é uma cidade muito animada, com agitados e coloridos mercados. Além da grande Trafalgar Square (com uma imponente estátua de Lord Nelson) e da Sinagoga (datando de 1654), é um prazer passear nas movimentadas ruas - e, também, para fazer óptimas compras livres de impostos, em particular em Broad Street e Swan Street. Para comprar artesanato, as pequenas povoações como Holetown e Speightstown dispõem de grande e criativa variedade. Os Jardins Tropicais Andrómeda são interessantíssimos, tal como a visita a uma das destilarias do excelente rum de Barbados.

 

CARTAGENA das ÍNDIAS

Classificada pela UNESCO como Património Mundial, é o tesouro da Colômbia, inalcançado pelos conflitos político-militares internos. A belíssima arquitectura colonial torna mágicos os nossos passos pelas ruas plenas de História - ao mesmo tempo que é impossível ficarmos imunes à intensíssima animação que agita a vida nocturna da cidade nos seus numerosíssimos restaurantes, bares e discotecas. Em plena costa caribenha, as praias são absolutamente magníficas - e o esplendor da Natureza está bem ilustrado nas ilhas de Nossa Senhora do Rosário, com fácil acesso a partir de Cartagena. História secular, cultura, divertimento, praias...mil são as razões para visitar Cartagena das Índias. E para desejar voltar, não temos dúvidas.

 

SANTA LÚCIA

É tão desejável que de 14 sangrentas batalhas decorreram outras tantas mudanças de domínio sobre Santa Lúcia. Simplesmente perfeito, o contraste entre florestas verdes, altas montanhas, a areia branca das praias e o verde-azul do mar nos recifes de coral. Santa Lúcia tem 19000 acres de luxuriante floresta, avultando os Pitons - os cumes de duas imponentes montanha esculpidos pela actividade vulcânica.

A influência francesa faz-se sentir não apenas na culinária mas também nas palavras crioulas e no savoir vivre dos seus habitantes. Santa Lúcia pode ser, ao mesmo tempo, relaxante e muito activa - da tranquilidade das praias à agitação da capital, Castries, ou aos bares e restaurantes de Rodney Bay. Actividades não faltarão nas suas férias em Santa Lúcia, para além da praia : desportos aquáticos, passeios nos trilhos de montanha (para quem gosta de percorrer trilhos de montanha em bicicleta, aqui se encontram dos melhores do mundo) com espantosas vistas sobre o mar, observação de golfinhos e baleias, visita ao Jardim Botânico de Diamond State, presenciar a actividade vulcânica em Sulphur Springs (perto de Soufrière, a 2ª cidade da ilha) passear nas ruas da capital e deliciar-se com o colorido do mercado local. Imperdível ainda é um dia muito bem passado no parque natural de Pigeon Island, onde se encontra a fortaleza de Forte Rodney, construída para defesa dos ataques dos piratas e no contexto das disputas anglo-francesas pela posse da ilha - e de onde se avista a vizinha ilha de Martinica.

 

TRINIDAD & TOBAGO

A algumas dezenas de quilómetros da costa da Venezuela, Trinidad & Tobago é uma república constituída pelas duas ilhas-irmãs e mais algumas pequenas ilhas, sendo das ilhas caribenhas as situadas mais perto do Equador. Trinidad - onde se encontra a capital, Port of Spain, é maior, mais populosa e agitada, contrastando com a tranquilidade de Tobago.

Tobago é conhecida como a "Galápagos das Índias Orientais", pela riqueza da vida selvagem nas suas conservadas florestas e intocados recifes de coral, sendo a preocupação com a ecologia recompensada por numerosos prémios internacionais de eco-turismo - o Comandante Jacques Cousteau ficou fascinado pela beleza intocada do labirinto dos seus recifes de coral, David Attenborough filmou alguns episódios da sua famosa série acerca da vida selvagem. E Desmond Tutu chamou-lhe "o país do arco-iris", numa alusão à sua diversidade. Mas, por incrível que pareça, Tobago (ainda) não é visitada por muitos turistas.

Para além da beleza das praias e da sua espantosa vida marinha, Tobago tem muito mais para oferecer : antigas fortalezas erigidas para defesa dos ataques dos piratas (como o Fort King George, em Scarborough), a vibrante animação caribenha em Charlotteville, Plymouth ou Scarborough ao som do calypso, a música local (não perca o Sunday School, uma animadíssima festa de rua, aos domingos). Percorrer os santuários de vida selvagem como a Tobago Forest Reserve (os amantes da observação de aves sentir-se-ão no paraíso !), um passeio em barco de fundo de vidro ao espectacular recife de Buccoo, visitar os jardins botânicos, as antigas plantações, as bonitas aldeias de pescadores, e ... observar, cuidadosamente, as tartarugas a depositar os ovos na areia ...

Os hospitaleiros trinis - como se (auto) chamam os seus habitantes - são descendentes de imigrantes de todo o mundo que criaram uma fascinante mistura de culturas, etnias e credos. Os Portugueses fazem também parte desta fusão - muitos Madeirenses emigraram para aqui no princípio do séc. XX. As ilhas estão separadas por 32 km - e é muito fácil visitar Trinidad a partir de Tobago, já que há numerosas carreiras de ferry inter-ilhas.

    

 

ANTÍGUA & BARBUDA

Antígua tem 365 praias, uma por cada dia do ano. E que praias...!! De areia branca, recortadas do verde das florestas, águas cristalinas, belíssimas. Os intocados recifes de coral, com uma riquíssima vida marinha, proporcionam fantásticas experiências de mergulho - ao mesmo tempo que protegem as praias, tornando o mar uma piscina natural, óptima para as crianças em particular.

Numerosas e interessantes visitas são possíveis em Antígua. Na animada capital, St John´s, encontrará galerias de arte e o Museu Nacional, para além de numerosos restaurantes, esplanadas e bares - e muitas lojas duty free. Um dos locais mais visitados é o histórico Nelson´s Dockyard, repouso habitual do célebre almirante britânico Horatio Nelson. O English Harbour ostenta edifícios históricos, museus e fortalezas. Betty´s Hope é a primeira plantação de cana-do-açúcar caribenha, datando de 1674. E, para uma espectacular vista panorâmica de Antígua, não deixe de ir a Boggy Peak - o cenário é absolutamente deslumbrante !!

Umas férias em paisagens de "cortar a respiração" - e, se o pretender, muita, muita animação ao ritmo do calypso quando o sol se põe...

 

GRANADA

Granada é constituída pela ilha homónima (onde vive a maioria da população) e pela metade sul das ilhas Granadinas, das quais a maior é Carriacou. Com uma cultura muito particular, Granada é a fusão entre as influências francesa e africana, esta decorrente dos escravos transportados há séculos atrás para trabalhar nas plantações de frutas tropicais, de cana-do-açúcar e de especiarias - não é por acaso que é conhecida como a "ilha das especiarias".

Belíssimas praias, riquíssima vida marinha em intocados recifes de coral, florestas tropicais, reservas naturais - juntamente com a hospitalidade genuína dos seus habitantes, estas são razões maiores para umas magníficas férias em Granada. A capital, Georgetown, é uma movimentada cidade, tipicamente caribenha - o seu mercado aos sábados é vibrantíssimo, sendo um óptimo local para comprar artesanato e especiarias, e a bem conservada fortaleza de Fort George é uma muito interessante testemunha da história da ilha. Outras visitas "obrigatórias" são a luxuriante floresta tropical de Grand Etang, as espectaculares quedas d´água de Seven Sisters e de Concorde e a ilha vizinha de Carriacou (existem carreiras diárias de "ferry" entre as ilhas).

 

VEJA na secção PROMOÇÕES , em Promoções para as Caraíbas,

as nossas imperdíveis propostas para estes magníficos destinos !!

 

 

Por favor, faça turismo responsável !!

Em particular, não danifique os corais nem compre produtos feitos a partir deles. Lembre-se de que :

       .  Os recifes de coral são autênticos museus vivos da história dos oceanos;

 

Ao partir, não deixe mais do que as suas pegadas,

Não leve mais do que as suas memórias

Sítio web desenvolvido por tyriatis